O secretário-geral do SMMP, Carlos Filipe Preces, afirmou que a ministra da Justiça, Paula Teixeira da Cruz, “morreu politicamente”. A declaração foi proferida numa conferência de Imprensa, na Figueira da Foz, onde a ministra foi muito criticada por, “inexplicavelmente”, ter inviabilizado a revisão do Estatuto dos Magistrados do MP à última hora. Ainda em março, dizia que era para avançar. António Ventinhas, presidente da Direção do SMMP, assumiu que “já não é possível” a aprovação de um novo estatuto na presente legislatura. “A reforma da justiça falhou, é preciso dizê-lo claramente”. Ventinhas lembrou que a própria ministra dizia que a reorganização judiciária “teria de passar inevitavelmente pela alteração do estatuto das magistraturas”.

Jornal de Notícias, 2015.06.20

 


 

pdf
Descarregar Artigo