A Direcção do SMMP congratula-se com as indicações que terão sido expressas a sua Exª o Procurador-Geral da República segundo as quais as pressões exercidas sobre os titulares do inquérito, e que estarão, segundo o comunicado, a ser averiguadas com vista à sua avaliação em sede disciplinar, não os atingem ou impedem de exercerem a sua missão com completa e total serenidade, autonomia e segurança. A Direcção do SMMP manifesta à PGR a sua confiança que as averiguações já iniciadas conduzirão, na sede própria, ao cabal esclarecimento de todos os factos.

A Direcção do SMMP regozija-se, sem surpresa, pela manifestação pública dessa intransigência dos colegas titulares do inquérito, face às pressões sobre eles exercidas, e manifesta-lhes, mais uma vez, a sua total solidariedade e apoio na condução isenta da investigação, extensiva aos investigadores do OPC envolvidos.

Não pode a Direcção do SMMP deixar de se congratular com a manifestação pública de confiança de sua Exª o Procurador-Geral da República nos magistrados e polícias responsáveis pela investigação e na sua reafirmação da forte determinação do Ministério Público em ver realizadas todas as diligências de investigação que a equipa de investigadores considerar pertinentes ao esclarecimento de todos os factos.

O SMMP continuará no futuro, como agora, a denunciar todas as tentativas de intervenção no trabalho dos investigadores, venham de onde vierem, e que, intencionalmente, visem criar obstáculos e suspeições que ponham em causa a isenção, ou, de alguma forma, pretendam determinar os resultados das investigações.

Lisboa, 31 de Março de 2009,

A Direcção do SMMP.